Palavra da Redatora - Nesse mundo tão diverso em que vivemos, a expressão 'gestão profissional' pode significar mais do que parece e poderemos observar isso a cada dia através da possibilidade de obter informações através da internet. As 'informações' nos permitem criar comparações assim: - Se Lance Armstrong tivesse nascido no Brasil, talvez hoje estivesse entregando pizza. Tudo pode se resumir a uma questão de 'gestão profissional'.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

- E para o Paraolímpico NADA ?

São Paulo/SP - 03/02/09 - terça

Clubes pedem 30% da
Lei Agnelo-Piva
e Ministério sinaliza apoio

Representantes de vários clubes brasileiros anunciaran a fundação do Conselho de Clubes Formadores de Atletas Olímpicos (CONFAO) para, fundamentalmente, disputar um repasse estatal que giraria em torno de 30% do valor hoje destinado ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). O anuncio aconteceu no Clube Pinheiros, em São Paulo:
-
"Pelas informações que temos acesso, o COB utiliza cerca de 50% da verba com gastos administrativos. Na nossa concepção, um valor razoável seria aplicar 20% com esse tipo de demanda. Logo, teríamos 30% aí 'sobrando' e que deveriam ser destinados aos clubes", afirmou o presidente da entidade, Sérgio Coelho, mandatário do Minas Tênis Clube.
-
Ainda segundo o CONFAO, o COB arrecadou no último ciclo olímpico (4 anos) cerca de R$ 288 milhões. Isso daria às agremiações, no período até os Jogos de Londres em 2012, algo em torno de R$ 86 milhões.Mas a matemática do repasse não é exatamente como explica Coelho. A Lei Agnelo-Piva destina 2% do valor bruto arrecadado em loterias federais para COB e CPB.
-
A entidade presidida por Carlos Arthur Nuzman fica com 85% do montante. O resto é destinado à entidade paraolímpica. O CONFAO não definiu ainda quais armas irá utilizar para brigar por uma fatia da lei. Mas, por hora, o lobby junto ao Ministério do Esporte já tem mostrado eficiência.
-
Acompanhe a matéria completa:
http://esporte.uol.com.br/ultimas/2009/02/03/ult58u1375.jhtm

Nenhum comentário:

Deixe seu recado